Objetivo

Caracterização de dano e necessidade de reparo em liga aço inox AISI 410 exposta ao aquecimento por tempo elevado.

Reagente Vilella’s

O reagente metalográfico Villela’s é utilizado na identificação das fases Delta e Sigma e revela Carbonetos em contornos de grão austeníticos.

Material Aço Inox 420

Aço Inox AISI 410. Forjado, Temperado e Revenido.

Liga típica de uso na fabricação de equipamentos com resistência mecânica elevada em aplicações de corrosão de média intensidade.

TÉCNICA METALOGRÁFICA

Réplica Metalográfica para Avaliação de Sensitização

Microscópio: Microscópio Ótico Invertido em réplica extraída com acetato para réplica FilmCopy

Iluminação: Direta

Aço Inox 420. Fragilidade ao Revenido. Precipitação Carbonetos
Precipitação de Carbonetos em Contorno de Grão Austenítico. Aço Inox 420. 500x. Reagente: Vilella.

Comentários

As ligas de aço inox 420 martensíticas são suscetíveis à precipitação de carbonetos de cromo em contorno de grão em aquecimentos prolongados entre 400 e 600oC. Nas ligas da família 3xx isto pode levar a perdas de propriedade mecânica e perda da resistência à corrosão. Para as ligas da família 4xx esta presença em excesso também pode ser prejudicial para a resistência à corrosão e para as propriedades mecânicas. Esta precipitação é responsável pela fragilidade ao revenido deste material. Alguns problemas de campo podem estar relacionados com este tipo de microestrutura, que pode levar a falha do item durante o uso.

Links Úteis

ASTM E407 Standard Practice for Microetching Metals and Alloys

ASTM E340 Standard test method for macroetching metals and alloys

ASTM E381 Standard method of macroetch testing steel bars, billets, blooms and forgings

ISO 4969 Steel — Etching method for macroscopic examination

TestMat – Análise de Falhas e Danos

TestMat – Caracterização de Resistência à Corrosão

TestMat – Cursos em Caracterização de Materiais (Metalografia e Macrografia)